Arterial hypertension and diabetes mellitus as risk factors for cardiovascular disease. Evaluation of hospitalized patients.

Leonor Carvalho, Vítor Calisto, J. Gorjão Clara, J. Nogueira da Costa

Abstract


Foram analisados processos de internamento de 1974 a 1978 inclusivé, em sucessão e segundo o número de arquivo de doentes divididos em três grupos distintos: Grupo I - doentes sofrendo de hipertensão arterial; Grupo II – doentes simultaneamente hipertensos e diabéticos; Grupo III — doentes só diabéticos. Na primeira centena de processos encontrada para cada grupo foram estudados os parâmetros clínicos e laboratoriais que estão indicados no Quadro 1. Os resultados foram analisados estatisticamente pelo método qui quadrado e test t de Student. Os 3 grupos não diferiam estatisticamente entre si na idade, divisão por sexos e duração da doença diabética ou hipertensiva. Concluiu-se que a frequência de acidentes vasculares cerebrais no Grupo I, só hipertensos, foi significativamente mais elevada que nos outros 2 grupos. A doença coronária (angor pectoris e enfarte de miocárdio) foi mais frequente no grupo de doentes com hipertensão arterial e diabetes do que em qualquer dos outros 2 grupos. A percentagem de doentes com insuficiência cardíaca congestiva e insuficiência renal não diferia estatisticamente nas 3 séries. Os doentes só com diabetes, Grupo III, tiveram maior prevalência de enfarte de miocárdio do que os doentes hipertensos, Grupo I - A associação diabetes e hipertensão arterial, Grupo II, aumentou, como foi dito, significativamente a prevalência de doença coronária mas não de doença vascular cerebral. Contudo, os acidentes vasculares cerebrais ocorridos nos doentes hipertensos e diabéticos, Grupo II, foram mais frequentemente mortais. Por este motivo, e devido a maior incidência de enfartes de miocárdio também neste grupo, a mortalidade intra-hospitalar foi maior nos doentes diabéticos com hipertensão arterial.


Full Text:

PDF (Português)


Refbacks

  • There are currently no refbacks.