Untitled
esquerda


Leia a Última Edição!

II Serie Volume 30 Number 11
November 2017

E-ALERT:

menu esquerda
 
   
 
 
 
 


  1- Factores de recorrência das lesões intraepiteliais do colo do útero.

2- Duodenoscopia e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (cpre) no diagnóstico da patologia biliar e pancreática. Experiência dos primeiros 150 exames.

3- Mefedrona, a Nova Droga de Abuso: Farmacocinética, Farmacodinâmica e Implicações Clínicas e Forenses

4- História natural da dilatação pielocalicial pré-natal.

5- Erisipela.

6- Abordagem terapêutica das úlceras de pressão--intervenções baseadas na evidência.

7- Drogas antidepressivas.

8- Traumatismo Crânio-Encefálico: Abordagem Integrada

9- Ulceras genitais causadas por infecções sexualmente transmissíveis: actualização do diagnóstico e terapêuticas, e a sua importância na pandemia do VIH.

10- Abordagem actual da gota.

11- Vasculite livedóide.

12- Cisto de Tarlov: definição, etiopatogenia, propedêutica e linhas de tratamento.

13- Tratamento antibiótico da cistite não complicada em mulheres não grávidas até à menopausa.

14- Inversão uterina.

15- Urolitíase e cólica renal. Perspectiva terapêutica em Urologia.

16- Princípios básicos em cirurgia: fios de sutura.

17- Rabdomiólise.

18- Glioblastoma multiforme ... com apresentação multifocal.

19- Espondilodiscite: que etiologia?

20- Distócia de ombros: uma emergência obstétrica.

 
   

Single Fetal Death in Monochorionic Twin Pregnancy: Co-Twin Prognosis and Neonatal Outcome



The incidence of single fetal death in twin pregnancy varies from 0.5% - 6.8%, leaving the surviving fetus with increased morbi-mortality.
The prognosis is worse in monochorionic pregnancies. In addressing these cases it should be noted referral to tertiary center with differentiated perinatal support, induction of fetal lung maturation and termination of pregnancy if there’s loss of fetal well-being or possibility of maternal complications and suspected neurological sequelae in the surviving fetus. The risk of iatrogenic prematurity should always be weighed with the possible consequences arising from the fetus staying in a hostile uterine environment. The authors describe a case of a 32-year-old pregnant woman with monochorionic/diamniotic twin pregnancy diagnosed with death of one of the fetuses due to fetal growth restriction and velamentous insertion of the umbilical cord at 30 weeks of gestation. The couple opted for termination of pregnancy at 33 weeks after documentation of brain changes in the surviving fetus.
Keywords: Fetal Mortality; Pregnancy Outcome; Premature Birth; Twins, Monozygotic.

Read the full article here (English only)